Blog das PME´s

25/08/2018

Compromisso L&Barreiros, olhos para o futuro

Anúncios

22/08/2018

Aprenda as diferenças entre incubadoras e aceleradoras para uma Startup

Muitos empreendedores não compreendem as diferenças entre os dois modelos (incubadoras x aceleradoras) e acabam buscando informações em sites estrangeiros que às vezes acabam causando mais confusão do que ajudam a entender os modelos.

Isso ocorre por conta de um princípio básico que todos os stakeholders (interessados) desse mercado precisam sempre manter em mente, que é a tropicalização de modelos estrangeiros. Ou seja, pelo simples fato de que o Brasil é muito diferente economicamente e culturalmente do que qualquer outro país no mundo, isso deve ser levado em conta quando queremos trazer para cá qualquer modelo de serviço.

Vamos direto ao ponto, tratando das diferenças, importante lembrar que entre estes modelos não há algo que é certo ou errado, melhor ou pior, mas sim uns modelos mais adequados ou não a sua busca.

Se a sua startup necessita de um ambiente de laboratórios e convívio frequente com pessoas e pesquisas baseadas nas universidades públicas, provavelmente o ideal seria apostar em um programa de incubação de uma boa universidade. Agora, se o no seu caso o que você precisa é de um local para escrever código, programar, planejar e pouco tempo para decolar, então uma aceleradora faz mais sentido.

As incubadoras têm um perfil mais adequado para quem precisa de tempo e muito conhecimento para estruturar o seu negócio. Depende de subsídios governamentais e provavelmente vai precisar de uma quantidade relativamente grande de investimentos para acontecer. Já as aceleradoras se adéquam muito bem aos casos onde um pouco de dinheiro e muita experiência são suficientes para que suas empresas possam decolar em pouquíssimo tempo.

Bons negócios,

Laecio Barreiros

http://www.lbarreiros.com.br

 

20/08/2018

O que é uma startup?

Tenho dedicado algum tempo pesquisando e aprendendo o mundo das Startups e do sistema que as financiam e os tipos de investimentos deste mercado.

Já foram uma dezena de livros, seminários e palestras, vários cafés com os envolvidos neste mercado e por aí vai…

Vou tentar usar uma linguagem mais simples e menos técnica para facilitar o entendimento dos não iniciados.

Neste post, vamos conceituar o que é uma startup e nos próximos vamos detalhando está indústria que se misturam com os Insvestidores Anjo, Aceleradoras, Equity Crowdfunding, Seed Capital, Venture Capital …

Uma das melhores definições que encontrei foi o da Startse (www.startse.com.br):

O que é uma startup?

Startup é uma empresa jovem com um modelo de negócios repetível e escalável, em um cenário de incertezas e soluções a serem desenvolvidas. Embora não se limite apenas a negócios digitais, uma startup necessita de inovação para não ser considerada uma empresa de modelo tradicional.

Bons negócios,

Laecio Barreiros

www.lbarreiros.com.br

 

Fluxo de caixa “com problemas”

Fluxo de caixa “com problemas” acusa falhas em um ou mais processos, vejamos abaixo:

  • Mercado: falta de foco para aumentar o faturamento
  • Precificação: absorção de despesas fixas e margem de contribuição
  • Compras: prazo médio de pagamento e giro de estoque
  • Bancos: endividamento (juros)
  • RH: pessoal desmotivado e sem metas definidas

19/08/2018

Organizações Exponenciais – ExOs

Terminando a leitura do excelente livro “Organizações Exponenciais ”, de Salim Ismail e Yuri van Geest.
Cada capítulo desperta um insight instigante.

O livro mostra claramente como uma inovação surge (através do conceito MTO – Massive Transformative Purpose / Propósito Transformador Maciço) e provoca mudanças inesperadas em diversos setores da sociedade, cria novos negócios e muda hábitos. E como, diante deste contexto, as empresas tradicionais não conseguem entender as mudanças e se apegam aos seus modelos de negócio, tentando resistir usando as armas que conhecem, ignorando as novas armas que entraram no jogo.
O lançamento do iPhone é um exemplo icônico. Destruiu negócios como a indústria de GPS e câmeras fotográficas. Desmontou empresas extremamente bem-conceituadas e líderes de mercado como a Nokia, revolucionou a indústria de software com os apps e permitiu a criação de novos negócios como o Uber e o Airbnb.


O caso Nokia também é emblemático. A empresa não conseguiu ver o mundo de forma diferente, e ainda manteve seu pensamento linear. Dois meses após o iPhone, comprou a Navteq, empresa de navegação por mapas, que gerava seus mapas baseada na coleta de dados por sensores, por US$ 8 bilhões. Com isso pretendia se fortalecer contra a ascensão da Apple e do Google Maps. Infelizmente, quase no mesmo momento (2008), surgia em Israel uma empresa chamada Waze, que usava nós e nossos smartphones como sensores. Por não depender de sensores físicos, podia crescer de forma exponencial sem ser intensiva em capital, como era o caso da Navteq. A Nokia não tinha percebido a transformação que a indústria de smartphones estava provocando. Resultado? Em junho de 2012 seu valor de mercado já havia caído de 140 bilhões de dólares para US$ 8,2 bilhões, o valor que ela tinha pago pela Navteq…


Recomento a leitura e bons negócios!

Laecio Barreiros

 

15/08/2018

Um país dos analfabetos financeiros e contábeis.

Infelizmente é uma triste constatação! Nestes meus mais de 35 anos de atuação profissional, sendo 17 anos deles, atuando diretamente com pequenos empresários, vi de tudo um pouco, mas um dos mais graves é a falta de preparo em Finanças e Contabilidade de um empreendedor.

Ao montar seu negócio sem este preparo, ele compromete a sua sobrevivência e engrossa a fila da taxa de mortalidade das empresas nos primeiros anos de sua abertura … chamo este fenômeno de “efeito dos analfabetos financeiros”.

Mas a culpa, não é só do empreendedor, minha visão é que isto é um fenômeno cultural, o empreendedor não recebeu em nenhum momento de sua trajetória ou formação quando resolveu empreender, uma capacitação ou treinamento, invariavelmente ele tem que escolher entre o trabalho propriamente dito ou a formação.

E aí vai uma crítica direta ao SEBRAE, uma entidade maravilhosa que tem no DNA o apoio a pequena empresa com formação e capacitação …  “A maioria dos cursos, treinamentos ocorrem no horário em que o empresário está trabalhando, tentando sobreviver!”

Como ele pode escolher entre trabalhar para sobreviver ou capacitar-se para só depois trabalhar para sobreviver???

Nossa atuação como consultor com foco em PMEs, nos colocou diretamente em contato com este público e desenvolvemos uma linguagem própria e de fácil entendimento para ajuda-los, falamos a língua deles!

A ideia:

L&Barreiros Controladoria lança o programa Empreenduca que pretende transferir educação Financeira e Contábil em uma linguagem simples e fácil.

Para começar, vamos agora falar de 2 conceitos que ninguém explica e traduz as claras para os empreendedores:

 

Oque são: DESPESAS E CUSTOS FIXOS E VARIÁVEIS:

Despesas e Custos variáveis, são aqueles que variam em função da Venda ou da Produção, ou seja, eles só ocorrem se acontecer algum destes eventos. Exemplo: Comissão % sob venda.

Despesas e Custos Fixos, são aqueles que acontecem todo mês independente de Venda ou Produção, ou seja, todo dia você vai acumulando, no dia primeiro você paga aluguel, no segundo você paga contador e por ai vai … no último dia do mês, você paga a última conta e ai vai dormir, acorda no dia seguinte (primeiro) e está devendo elas tudo de novo.

É com esta linguagem simples e direta que o Projeto Empreenduca, pretende apoia-los e transmitir conhecimento aos amigos empreendedores.

Bons negócios,

Laecio Barreiros

12/08/2018

ÉTICA, CRESCIMENTO E MUITA SIMPLICIDADE

Ética, Crescimento e Muita Simplicidade.

O PRÓXIMO PASSO PODE SER O MAIS IMPORTANTE.

Com ética, transparência e movimentos eficazes, vamos colaborar na jornada da sua empresa, ajudando a construir o futuro, revendo o posicionamento e apoiando seu plano de negócios e, acima de tudo, gerando valor para seu negócio.

Parece complicado, mas está é uma das especialidades da L&Barreiros Controladoria, apoiamos empreendedores nesta jornada. Simplificamos a estratégia e lideramos projetos táticos de crescimento e equilíbrio econômico-financeiro.

10/08/2018

Uma Jornada Simples e Independente

Amigo empreendedor, sabemos que a jornada é cheia de obstáculos e que não foi fácil chegar ate aqui, mas temos a convicção que o próximo passo pode ser o mais importante.

Para isto acreditamos fielmente no poder da colaboração.

Nós na L&Barreiros Controladoria, estramos prontos para apoia-los nesta jornada, superando os obstáculos e dando a segurança necessária para encontrar o equilíbrio econômico financeiro e a sustentação do seu negócio para o seu próximo passo.

Contate: http://www.lbarreiros.com.br

Bons negócios,

07/08/2018

Velocidade sem direção

Inadimplência x Fluxo de Caixa

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.