Blog das PME´s

11/05/2011

Cegueira e Ignorância Tributaria

Antes de evoluirmos no assunto, precisamos entender o significado das palavras cegueira e ignorância.

No Dicionário Michaelis:

ce.guei.ra

s. f. 1. Falta de vista; estado do que é cego; incapacidade de ver.

ig.no.rân.cia

s. f. 1. Estado de quem é ignorante. 2. Desconhecimento. 3. Falta de instrução, falta de saber.

Entendido o significado, podemos afirmar com certeza que o dia em que a população entender e enxergar que o problema tributário ou custo brasil derivado dos impostos em cascata, “ Não ” é dos Empresários ou do Governo e sim da Sociedade e da forma como ela enxerga o problema, por que na formação do preço de venda dos produtos ou na planilha de custos de qualquer produto, estão inclusos todos os custos e impostos ou seja,  quem paga é quem consome ou compra o produto, no mesmo principio de tributação das economias avançadas ( usamos aqui o exemplo dos EUA )  … com uma única diferença, lá eles sabem disso e pagam o IVA ( Imposto de Valor Agregado ) a parte no momento do consumo dos produtos e serviços, aonde esta explicito e sai na nota ou recibo na hora da compra.  Aqui no Brasil, esta no incluso preço e a gente não sabe disso e não enxerga  !

Portanto só teremos uma reforma tributaria justa no dia em que a população entender que o imposto ou tributo é um problema da sociedade, do povo e não do empresário, a população na sua ignorância, pensa que o Empresário e o Governo são os vilões … de fato os vilões ou melhor o vilão é o Governo, já os Empresários, esses também tem uma relação cega ou míope da situação, pois acreditam que eles são as únicas vitimas da carga tributaria e ai esta um grande erro, os Empresários devem sim, reclamar da falta de competitividade derivado da alta carga tributaria e não devem por isso apoiar seu negocio  em planejamento tributário ou informalidade derivado de sonegação por julgarem serem vitimas da alta carga. Não devem esquecer de que na formação de preço de venda ou planilha de custos dos seus produtos, eles incluem e repassam os impostos e o custo brasil já mencionado ao preço de venda, portanto quem paga é o consumidor.

Neste contexto, o  empresário tem que ter em mente que ele é apenas um repassador, um agente arrecadador de impostos e tributos, ou seja, ele apura e recolhe os impostos que foram inclusos no preço de venda.

Evidentemente esta cadeia de repasses de impostos deste do produtor na Matéria Prima, Transformador e Prestadores de Serviços envolvidos em todo o processo, cria a cascata de impostos, pois calcula-se  um sobre o outro durante o processo e isto é um dos componentes do custo brasil .

Pense agora na inclusa de mais de 40 milhões de pessoas da classe C, D que passam a ter acesso a novas oportunidades de consumo e fazem isso de forma desenfreada em função da demanda reprimida de tantos anos … vocês acham que o fisco ou os empresários esclarecidos estão preocupados com reforma tributaria ou redução de impostos ? Quem vai pagar a conta ?

Precisamos urgentemente esclarecer a população para acabar com a ignorância ou dar óculos para melhorar a visão do povo .

Bons Negócios,

 

Laecio Barreiros

L&Barreiros Controladoria

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: